O Viaduto Santa Ifigênia foi revitalizado pela gestão Doria após 18 anos sem manutenção

A aproximação de João Doria com o governo Temer de olho nas eleições de 2018 merece todas as críticas do mundo, afinal, o tucano tornou-se prefeito de São Paulo batendo na tecla de que era um representante do povo que nada tinha com o jogo político (sujo ou não). Mas isso não impede que o bom trabalho de sua gestão continue sendo exaltado.

Enquanto o chefe tenta definir se concorre à Presidência da República ou ao Governo de São Paulo, o subprefeito Eduardo Odloak seguiu trabalhando. E em 112 dias concluiu a reforma no Viaduto Santa Ifigênia.

A estrutura não era reformada desde 1999. De lá para cá, quatro prefeitos de três partidos, incluindo o PSDB, geriram a cidade sem que uma manutenção eficiente fosse feita. Ao ponto de que o cartão postal estava tomado por pichações e outros tipos de agressões visuais.

No vídeo acima, é possível conferir o resultado do trabalho.

Ao todo, a limpeza custou R$ 1,1 milhão bancados por empresas da iniciativa privada.

Curtiu o texto? Siga o editor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Publicado por

Marlos Ápyus

Jornalista e músico. Edita o implicante.org desde julho de 2017. Siga-o no Twitter (@apyus) ou no Facebook (/apyus), ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) clicando aqui.