A internet do país mais socialista do mundo tem apenas 28 sites

A internet do país mais socialista do mundo tem apenas 28 sites

Não há no mundo país mais socialista do que a Coreia do Norte. Em outras palavras, não há povo que tenha as liberdades mais tolhidas do que o norte-coreano. Do pouco que se sabe do cotidiano na ditadura, o horror salta aos olhos. Um detalhe recente, contudo, simboliza bem o atraso no qual está mergulhada a nação.

Uma falha de segurança permitiu ao ocidente conhecer a internet frequentada na Coreia do Norte. Em pouco foi tempo foi possível visitar todos os sites acessíveis à população. Por um simples motivo: eram poucoss. Apenas 28.

Sim, apenas 28 sites.

Além de um noticiário estatal, e serviços de empresas estatais, é possível ter acesso a páginas de culinária, educação, esportes e uma rede social aparentemente desativada. E mesmo o acesso a esse pequeno conteúdo é luxo de alguns poucos, pois o país é pobre de tal maneira que a população não consegue ter acesso a computadores.

O socialismo não dá certo. Simples assim.