A empresa que transportava a Chapecoense nasceu de acordo obscuro com o governo da Venezuela

LaMia era o nome da empresa que transportava a Chapecoense no fatídico acidente que levou a vida de mais de 70 passageiros. Apesar de atuar na Bolívia, a marca nasceu em 2010, na Venezuela. E a citação a duas das nações mais bolivarianas não é coincidência: Ricardo Albacete Vidal fundou a companhia após um acordo com o governo de Hugo Chávez.

E, claro, esse acordo é bem questionável. Pois a LaMia foi registrada como uma empresa de “ciência e tecnologia” mirando um fundo de investimento chinês no país.

Como se sabe, hoje a Venezuela é um caos socialista. Restando à LaMia migrar de vez para a Bolívia, onde vinha atuando desde 2015 associada a Miguel Quiroga, o mesmo piloto que conduzia a aeronave que caiu com o time de futebol.

Curtiu o texto? Siga o editor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.