A Europa está tão embriagada do politicamente correto que fez Putin soar um líder sensato

O caso aconteceu em outubro, na Áustria. Um refugiado havia estuprado uma criança, mas a Justiça o liberou com uma alegação inaceitável: por não entender a língua local, o imigrante iraquiano não teria compreendido que a vítima não queria ser estuprada.

É bizarro que a Europa esteja se entregando a esse nível de distopia esquerdista, onde o politicamente correto passa a mão na cabeça até mesmo de estupradores de crianças. O caso é bizarro de tal forma que fez Vladimir Putin soar um líder sensato.

Ele comentou a bizarrice da decisão com os seguintes termos:

Um refugiado estuprou uma criança num dos países europeus. O tribunal o deixou livre por dois motivos: ele não fala a língua do país; ele não sabia que o garoto não queria ser estuprado. É difícil entender o que os europeus estão fazendo. É esse o resultado da erosão do sentimento nacionalista? Eu nem sei como explicar. Talvez eles se sintam culpados pela crise dos refugiados? O que está acontecendo? Eu não entendo. Mas uma sociedade que não consegue proteger as suas crianças não tem futuro.

Mesmo sendo Vladimir Putin, ele está certíssimo.

Curtiu o texto? Siga o editor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.