Guerra santa: em busca do voto religioso, governo acena com benefícios a templos evangélicos

Guerra santa: em busca do voto religioso, governo acena com benefícios a templos evangélicos

Da Folha de S.Paulo:

dilmamarina

Para conter o avanço de Marina Silva (PSB) entre os eleitores evangélicos, Dilma Rousseff (PT) estuda ressuscitar um projeto, a Lei Geral das Religiões, proposto em 2009 e já aprovado pela Câmara, que concede diversos benefícios para instituições religiosas, incluindo tributários. A proposta ganhará status de urgência, permitindo o projeto pular etapas de tramitação e ganhar prioridade de votação no Senado. Pela lei, a imunidade tributária é garantida “às pessoas jurídicas e eclesiásticas e religiosas, assim como ao patrimônio, renda e serviços relacionados com as suas finalidades essenciais”.

Deixe um comentário