Investigado em fraude de remédios é indicado para presidir estatal fabricante de… remédios

Investigado em fraude de remédios é indicado para presidir estatal fabricante de… remédios

Tentamos fazer um mistério com a foto e a chamada, mas sim, ele é do PT. Trata-se de FDP (Fernando Damata Pimentel), governador de Minas Gerais, cuja situação é toda ela muito complicada. Para se ter ideia, o debate atual é sobre a possibilidade de ser processado sem a autorização da Assembleia Legislativa.

Desse modo, natural que ele já não esteja tão comovido com detalhes como o dessa nomeação. Ainda assim, vale citar o caso.

Arthur Maia Amaral, filiado ao PT e ex-prefeito de Luminárias/MG, foi nomeado por Pimentel para presidir a Fundação Ezequiel Dias (Funed), uma estatal fabricante de medicamentos.

Ok? Ok.

Pois bem: o mesmo Arthur Maia Amaral é investigado pela Operação Hígia, da Polícia Federal, sob a acusação de vender em uma farmácia de sua propriedade medicamentos adquiridos com verba pública. Ele alega ser inocente, dizendo que a denúncia não procede. Registre-se isso.

Mas, enfim, Pimentel poderia escolher outro nome, até para permitir ao ora indicado que se defenda de forma mais ampla. Mas, como se vê, o caminho adotado foi outro.