No julgamento da chapa Dilma-Temer, mil policiais foram chamados, mas não houve manifestação

No julgamento da chapa Dilma-Temer, mil policiais foram chamados, mas não houve manifestação

Eis uma notícia a um só tempo constrangedora e tragicômica. Seguem notas do Painel de hoje, da Folha de SP, já voltamos:

“Havia expectativa de manifestações em frente à corte eleitoral. O governo do DF montou esquema de guerra para o julgamento. Mil policiais foram destacados para o primeiro dia. Nos demais, 500 (…) Nenhum grande protesto ou incidente foi registrado no local”

Pois é. Os que quebraram tudo pedindo “Fora, Temer” de repente sumiu. Talvez porque, afinal de contas, o julgamento do TSE também tenha ajudado o partido que defendem, já que garante algum suporte narrativo à ladainha de que o impeachment seria um “golpe”.