Manifestantes pró-PT prometeram um 7/9 “maior”, mas foi um completo fiasco

No dia 04/09, como se sabe, houve uma manifestação expressiva em favor do PT, com direito a adesivos exigindo a prisão de Sérgio Moro. Considerando a atual má-fase da turma, até que apareceram algumas pessoas, embora a manifestação “Fora, Dilma” tenha sido QUATORZE VEZES MAIOR.

Mas aí se empolgaram e resolveram marcar uma nova, para o dia 07/09. Mais que isso: prometeram que SERIA MAIOR. E assim foi a militância online, dizendo que as ruas estariam lotadas, que a adesão seria maciça e… Bom, também todo mundo sabe o que de fato houve.

Não foi ninguém. Fiasco total.

Para não ser um W.O. quase completo, tiveram a sorte de a data coincidir com a “Marcha dos Excluídos”, de modo que ao todo conseguiram somar cerca de 200 pessoas. A imagem da Globonews é irrecorrível quanto ao esvaziamento.

manifestacao-maior-2

PORÉM, vejam só, a imprensa simplesmente não comenta esse fracasso. Nada. Nem um “a”. É como se não tivesse rolado um fiasco retumbante.

Antes, vocês também sabem muito bem, eles faziam troça quando uma manifestação de 400 mil pessoas sucedia outra de 700 mil. Diziam que o movimento havia “enfraquecido”.

Agora, o partido convoca OFICIALMENTE, ninguém aparece e o assunto SOME da mídia. O desaparecimento só não foi completo porque restou a eles falar das vaias a Michel Temer na abertura da Paralimpíada.

O fiasco do protesto marcado, e que prometeram ser maior, DESAPARECEU dos comentários e das análises políticas.

Mas nós estamos aqui para lembrar a todos desse fracasso.

A MAIOR MANIFESTAÇÃO DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA

Não é força de expressão dizer que o dia 13/03 entrou para a história do país. É um fato! A manifestação de ontem foi a maior já registrada em todos os tempos. Maior número de pessoas em cidades do país inteiro. Todos querendo o fim deste governo, o impeachment de Dilma, a saída do PT do poder.

E o mais importante: pessoas que compareceram espontaneamente, sem ordem de sindicalista ou sem fazer parte da direção de movimentos atrelados a partidos. Nada disso. Pessoas normais tomando as ruas, por livre vontade, para tirar do poder este governo! Vejam as capas dos principais jornais para ter ideia de quão histórico foi esse dia. Em seguida, traremos um pequeno álbum com o registro de algumas das cidades participantes.

maiordahistoria

Foi o maior velório político de todos os tempos. Falta agora só enterrar. A seguir, algumas das imagens deste evento memorável e maravilhoso (quem tiver foto de sua cidade, por favor, publique comentando este post nas nossas redes sociais):

São Paulo
São Paulo
floripa
Florianópolis
joão pessoa
João Pessoa
curitiba
Curitiba
belo horizonte
Belo Horizonte
salvador
Salvador
recife
Recife
portoalegre
Porto Alegre
copacabana
Rio de Janeiro
goiania
Goiânia
paulista
Outra bela foto da Avenida Paulista, São Paulo

É domingo agora, 13/12! Vamos de novo pra rua contra Dilma e pelo impeachment!

É neste domingo que acontece o ato organizado nacionalmente pelo Movimento Brasil Livre. Chamado de “Esquenta do Impeachment”, contará com manifestações pelo país todo (mais abaixo, confira a lista das cidades e os locais de concentração). É importante que todos estejamos nas ruas! Não adianta reclamar e não agir e, neste momento, a melhor ação possível é essa!

O impeachment de Dilma Rousseff precisa acontecer e, para isso, é fundamental que haja a pressão das ruas. É o que os políticos convencionais mais temem. Vamos todos pra rua, portanto!

13 12xx

Confiram a lista das cidades que participarão. Caso a sua não esteja, sem problemas, vá também para a rua! Chame amigos, vizinhos, parentes, mas VÁ PRA RUA! Vamos todos!

1312
CLIQUE PARA AMPLIAR

Dia 13/12, vamos de novo pra rua! É o ESQUENTA DO IMPEACHMENT da Dilma!

Mais uma vez, vamos todos para a rua! De novo, vamos mostrar nossa força! Isso é o que os políticos mais temem e foram esses atos que permitiram chegar aonde chegamos. O Movimento Brasil Livre convoca a todos novamente para que mostremos nossa indignação e gritemos: FORA, DILMA!

Porque, se depender apenas da política tradicional, ela não cairá. Se depender apenas da oposição oficial, ela não cairá. Se depender apenas dos velhos “atores” políticos de sempre, ela também não cairá.

13 12xx

Somos nós, o povo, que a derrubaremos. Dentro da democracia, dentro da Constituição, dentro da lei, mas indo para a rua, mostrando indignação e gritando alto.

Confiram a lista preliminar de cidades que já confirmaram participação e, se a sua não estiver aí, organize-se e também vá às ruas! Fale com o pessoal do MBL, comunique sobre o evento, e eles também divulgarão.

13 12x

Juntos, somos fortes!

New York Times mostra como a corrupção no governo Dilma fortalece Cunha e Calheiros

dilma6O jornal The New York Times fez uma longa reportagem neste domingo sobre a situação política no Brasil. Segue tradução de trecho da reportagem:

A presidente Dilma, que conquistou a reeleição em outubro por uma pequena margem, está enfrentando grandes protestos que pedem seu impeachment, com brasileiros furiosos pela desaceleração da economia e as revelações de grandes esquemas de propina na empresa nacional de petróleo, Petrobras. Ela foi presidente do conselho da gigante estatal de 2003 a 2010, justamente o período em que o esquema começou.

O escândalo envolve executivos da Petrobras recebendo grandes quantias de propina, enriquecendo a si próprios e abastecendo figuras políticas e o esquerdista PT, partido da presidente, de acordo com denúncias de ex-executivos.

Leiam a reportagem completa em inglês no site do The New York Times.

Após novos protestos tomarem o país, grupos vão a Brasília pedir o impeachment

Avenida Paulista tomada por manifestantes contra o PT em 12/04
Avenida Paulista tomada por manifestantes contra o PT em 12/04

A insatisfação popular com o governo Dilma, além de levar multidões às ruas, pode gerar ações políticas imediatas. Leia a reportagem do Estadão:

O empresário Rogério Chequer, porta-voz do Vem Pra Rua, grupo que ao lado do MBL foi um dos que atraíram mais gente na tarde deste domingo na Avenida Paulista, anunciou a criação da Aliança dos Movimentos Democráticos do Brasil, formada por 50 grupos que vão à Brasília na quarta-feira também para encontrar lideranças do Congresso dispostas a encaminhar formalmente os pleitos dos movimentos.

O Vem Pra Rua aderiu há cerca de duas semanas aos grupos que pedem o impeachment de Dilma. Em seu discurso, ontem na Paulista, Chequer centrou fogo no PMDB, partido que tem a maior bancada na Câmara. “PMDB, não adianta você conquistar mais poder. O acordo agora não é com o PT, é com o povo brasileiro.”

Sem o controle do congresso e com a popularidade baixa, Dilma parece não ter hoje forças para evitar que o Congresso debata abertamente a abertura de um processo de impeachment.

Protestos contra Dilma e PT são sucesso retumbante! 25 estados, DF e exterior!

Avenida Paulista, dia 15/03, um milhão de pessoas
Avenida Paulista, dia 15/03, um milhão de pessoas

Houve quem não acreditasse e até desdenhasse. Num domingo? Ninguém vai! – era o que diziam, além da ilusão de que seria algo restrito à “elite”. Os fatos foram outros, como todos já sabemos. As pessoas protestaram em VINTE E CINCO ESTADOS, além do DF. Até no exterior. Confiram cobertura do portal G1. Um bom panorama aqui.

Em São Paulo, mais de um milhão de pessoas nas ruas (vejam aqui). O dia 15/03 passa inegavelmente a fazer parte do calendário da democracia brasileira. Um marco em nossa história.

Houve tentativa de infiltração na Avenida Paulista, mas a PM deteve os cerca de 20 integrantes dos “carecas do subúrbio” – com aplausos dos manifestantes. O metrô chegou a lotar a ponto de ser preciso restringir o acesso a algumas estações que não comportavam mais pessoas.

Um sucesso, portanto. E, não, não foi coisa da elite. Não há milhões de pessoas nessa suposta elite. São cidadãos que não aguentam mais, são pessoas cansadas do governo e exercendo o direito à livre manifestação, sem sindicatos ou partidos os manipulando.

Parabéns ao povo brasileiro. E que isso não pare!

Coligação petista tenta tirar do ar blog que comercializa adesivos “Fora, Dilma”

Do Globo:

fora dilma

O Tribunal Superior Eleitoral negou um pedido ajuizado por Dilma Rousseff (PT), que tentava tirar do ar o blog que vende adesivos com as mensagens “Fora Dilma” e “Fora Dilma! E leve o PT junto”. Os petistas afirmam que os adesivos “expressam negativa, degradante e infamante em relação à candidata”. A presidente também reclamou que os adesivos grafavam seu nome com duas letras “L”, em referência à campanha de Fernando Collor, em 1989.