Ditador da Venezuela fecha fronteira com Brasil até 2017; e Trump deve estar rindo agora

Em tempos de chilique da parte mais canhota da grande mídia, com aquelas bobagens de “fake news” e “pós-verdade”, chega a ter ironia deliciosa essa notícia sobre Nicolás Maduro, o ditador da Venezuela, que fechou a fronteira com o Brasil até 2017. O motivo, claro, é evitar a fuga de venezuelanos, já que ninguém em sã consciência tem vontade de entrar em um país socialistas (e todos sempre querem sair, mesmo das formas mais improvisadas).

A parte divertida fica por conta de tudo que disseram sobre Donald Trump. Levaram a sério e transmitiram como fato concreto aquela piada de construir um muro (já existe, aliás) que ainda por cima seria pago pelo México. Agora, quem resolve fechar fronteiras é o ditador socialista.

Mas dele essa parte da imprensa não fala mal. Depois ficam com papo de “fake news” e “pós-verdade” enquanto os veículos alternativos crescem a olhos vistos ao mesmo tempo em que a mídia tradiconal afunda.