Bem diferente do Brasil: primeiro-ministro romeno renuncia após trágico incêndio em boate

Foto: Partidul Social Democrat from Romania

Um protesto com 20 mil manifestantes indignados com a morte de 32 pessoas em incêndio numa boate derrubou Victor Ponta, primeiro-ministro romeno. A exemplo da tragédia ocorrida há mil dias aqui no Brasil, o estabelecimento descumpria lá várias normas de segurança. A exemplo da tragédia econômica em vigor no Brasil, o líder político da Romênia era acusado de envolvimento com corrupção. O trágico acidente serviu de gota d’água para a opinião pública local.

Foto: Partidul Social Democrat from Romania
Victor Ponta | Foto: Partidul Social Democrat from Romania

No Brasil, nove pessoas foram indiciadas por homicídios doloso pelo incêndio na boate Kiss em Santa Maria: dois bombeiros, cinco proprietários da boate e duas pessoas ligadas à banda Gurizada Fandangueira. Mas, no geral, as 242 mortes estão sendo tratadas pela justiça como um problema local a exigir providências apenas em nível municipal.

Em 27 anos, menos de 4% dos parlamentares investigados foram condenados por crimes contra a administração

17.04.2016 - Brasília - O Deputado Bruno Araujo profere o voto que garante a autorizacao do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, no plenário da Câmara dos Deputados. Foto: Marcelo Camargo

Em um universo de mais de 500, levantamento do Congresso em Foco contou apenas 16 parlamentares na condição de condenados por crimes cometidos contra a administração pública. Hoje, apenas um deles cumpre pena na cadeia, enquanto outros quatro já quitam “seu tempo” em prisão domiciliar. Há atualmente ações correndo contra 172 eleitos e apenas 7 de 28 partidos encontram-se na condição plena de “ficha limpa”. O PP é o mais investigado, com 70% de sua bancada prestando contas com a justiça. Chama atenção o fato de o PSDB ser mais caçado que o PT (24% x 21%). Mas há pouco o que temer: quando se trata de crimes cometidos por congressistas, a justiça parece bem cega – costuma ver nada de errado.

congresso
Leia também | Contra impeachment, Dilma pretende usar ministérios para cooptar deputados

Para mais informações:
Desde 1988, só 16 parlamentares foram condenados por crimes contra a administração