Agência que contratava a Dilma Bolada recebeu R$ 15 milhões do PT em transações suspeitas

Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República

A Pepper Interativa já estava sendo investigada por corrupção e lavagem de dinheiro quando a Época trouxe mais este detalhe. Segundo o mesmo Coaf que estranhou a movimentação financeira na conta de uma das empresas de Lula, a agência contratada pelo PT movimentou R$ 63,2 milhões entre 2007 e 2015. Deste total, 92,2% foi movimentado entre janeiro de 2013 e maio de 2015. Só do Partido dos Trabalhadores foram R$ 15,2 milhões.

Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República
Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República

O primeiro ponto destacado pelo Coaf lembra bastante o já observado sobre Lula: “Movimentação de valores vultosos na conta, aparentemente superiores à capacidade econômico-financeira da empresa”. Mas a Época cita mais dois: “Alguns beneficiários e remetentes de recursos não desempenham atividade profissional que tenha relação com aquela exercida pela empresa analisada”. E mais: “O comunicante suspeita que a origem do dinheiro seja proveniente de recursos obtidos ilicitamente”.

Jeferson Monteiro, o publicitário por trás da Dilma Bolada, estaria recebendo R$ 20 mil mensais por contrato que, segundo o próprio, deve durar até meados de 2016. Quanto à sócia majoritária da agência, mesmo com renda de R$ 80 mil, e patrimônio R$ 211.758, movimentou R$ 15,1 milhões em 5 anos.