Major da PM diz: “Não aguento as mentiras de Requião”

requiao

O major Adilar Lima, da Polícia Militar do Paraná, fez um desabafo em no seu perfil do Facebook no dia 21 de setembro. “Não aguento mais as mentiras de Requião”, disse, referindo-se a como o senador tem tratado questões ligadas à Polícia Militar. Segundo o major, em 2002, quando Jaime Lerner passou o governo para Requião, as aeronaves paranaenses foram desmobilizadas e devolvidas aos quartéis, “pois o déspota achava que helicóptero na PM era pra coronel ficar passeando”. A polêmica das viaturas sem gasolina também veio à tona: “Na época do REQUIÃO viatura tinha combustível, claro que tinha, pois existia uma quantidade minguada de viaturas! Quem compra combustível é a PM e não o governador! (…) E por falar salário, quem pagou o subsídio? Foi o Beto e não o Requião!”.

printFB

Inquérito conclui que Requião usou recursos da PM para cuidar de cavalos

Da Folha de S.Paulo:

Cavalgada.

O Inquérito Policial Militar concluiu que  Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, utilizou recursos físicos e humanos da Polícia Militar para cuidar de cavalos de sua propriedade quando foi governador do estado, de 2003 a 2010. O documento diz que medicação e alimentação foram custeadas com dinheiro do governo e o manejo e trato dos animais foram realizados por policiais militares. Segundo o inquérito, o senador chegou a constituir um destacamento policial na residência oficial exclusivamente para cuidar dos cavalos.

E os cavalos mantidos com dinheiro público? Requião não comenta

Cavalgada.

Um vídeo no YouTube mostra o comentário de Ricardo Boechat, da Band News, sobre a investigação do uso de dinheiro público, cerca de R$ 8 milhões, para alimentar e cuidar de seus 88 cavalos, quando era governador do Paraná (2003-2010).

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=AChxNera4eQ[/youtube]