Pressa ao implantar ciclovias aumentou custos em até 10 vezes

Gente competente... (foto: Leonardo Soares/UOL)
Gente competente… (foto: Leonardo Soares/UOL)

Certamente, ninguém é CONTRA a existência de ciclovias. Claro que São Paulo tem problemas maiores e mais urgentes, mas também claro que a mera implantação de ciclovias ou ciclofaixas não seria algo necessariamente ruim. O problema, por óbvio, é a pressa, o marketing todo, além de considerável hostilidade ideológica por trás de tudo.

Eis que a rádio Joven Pan revela o custo dessa incompetência. Trecho a seguir:

“Os números seguem desfavoráveis para as obras de implantação das ciclovias de São Paulo. Segundo apurou o Tribunal de Contas do Município, a faixa para ciclistas da Avenida Paulista ficou pelo menos R$ 1 milhão mais cara, 13% do valor total. Os dados foram apresentados no jornal Bom Dia SP, da Rede Globo. A demolição do asfalto, por exemplo, deveria ter custado R$ 113 mil, segundo o TCM, mas ficou por R$ 1 milhão. A demolição do concreto, que poderia ter sido feita com R$ 44 mil, custou R$ 437 mil. E a lavagem de rua, que custaria R$ 28 mil, segundo o órgão, ficou por R$ 474 mil. O motivo destes gastos pode ter sido a pressa em entregar as obras. De acordo com o TCM, para a contratação dos serviços, a prefeitura utilizou o metódo de pregão eletrônico, em vez de licitações específicas. Além de não apresentar um projeto de obra.”

Deu nisso a pressa do marketing somada à picuinha ideológica e à falta de competência.