Rombo nas contas da Prefeitura de SP: Haddad também é péssimo nisso

Dilma Rousseff - Fernando Haddad

A seguir, trecho de reportagem de André Monteiro e Artur Rodrigues, na Folha:

“As contas da Prefeitura de São Paulo em 2014 fecharam no vermelho pelo segundo ano consecutivo, triplicando o deficit orçamentário da gestão Fernando Haddad (PT). Auditoria feita pelo TCM (Tribunal de Contas do Município) ressaltou que a diferença entre tudo o que entrou e tudo o que foi gasto ficou negativa em R$ 1,8 bilhão.”

Pois é: gastou mais do que arrecadou. E fez o quê? Nada. O melhor, fez sim: pintou algumas faixas de vermelho.

E há quem não entenda os motivos pelos quais ele será ejetado da Prefeitura no ano que vem. No mais, fica o alerta a TODAS AS DEMAIS CIDADES sobre o que de fato é uma gestão municipal petista. Dica: não é muito diferente da gestão federal petista.

Incompetência total: Haddad descumpre meta da saúde e fila da cirurgia chega a 63 mil pessoas

haddad_pt

Confiram trecho de reportagem do Estadão, comentamos depois:

“A gestão Fernando Haddad (PT) não conseguiu em dois anos cumprir uma de suas principais promessas na área da Saúde: diminuir o número de pacientes que aguardam por uma cirurgia na cidade. Dados da Secretaria Municipal da Saúde mostram que, entre dezembro de 2012, último mês do governo Gilberto Kassab (PSD), e o mês passado, a fila para procedimentos cirúrgicos passou de 56.912 para 63.024, alta de 10,7%. Hoje, o tempo médio de espera pela consulta médica cirúrgica, etapa prévia à realização da operação, é de 289 dias (cerca de nove meses e meio), 33 dias a mais do que o prazo médio de espera registrado em dezembro de 2012. A piora aconteceu mesmo com a inauguração de sete unidades da chamada Rede Hora Certa, equipamento criado pela atual gestão para aumentar a oferta de cirurgias.” (grifos nossos)

Pois é. Além do “Arco do Futuro” e tantas outras promessas furadas, até mesmo a saúde entrou na dança da falta de competência. A fila de espera para cirurgias aumentou em vez de diminuir. Mas as pichações de Pato Donald e as faixinhas pintadas de vermelho estão a todo vapor. Prefeitão. Tranquilão.

Que os paulistanos o expulsem de lá em 2016.