Em Belo Horizonte, os candidatos do PT e do PSOL têm apenas 2% (a margem de erro é de 3%)

Se você foi às ruas em protestos recentes pedir o fim do Partido dos Trabalhadores, há chances de o seu pedido ser atendido antes do que você imagina. E Belo Horizonte pode mostrar como. Na pesquisa Datafolha sobre os candidatos a prefeitos, de dez nomes, o do PT aparece na nona posição empatado com a do PSOL, sua mais ferrenha linha auxiliar, ambos com 2%.

O detalhe curioso é que a margem de erro do levantamento é de 3%, mas feito pelo Datafolha, aquele instituto que costuma dizer que Lula ainda é viável politicamente. A militância pode até argumentar que seu candidato empata tecnicamente com o quarto colocado, em 4%. Mas, para isso, é preciso ignorar o risco de o petista – e da psolista – estarem com a intenção de voto próxima de zero.

Isso tudo num estado governado por um petista.

Quem lidera a pesquisa com bastante folga? João Leite, candidato do PSDB, partido que não administra a cidade desde 1992.

Os tempos são outros.

Prefeitura de Belo Horizonte confirma que irmão de Dilma foi assessor

Da Exame:

igorrousseff

A prefeitura de Belo Horizonte confirmou que o irmão de Dilma Rousseff, Igor Rousseff, trabalhou na administração municipal, mas não quis comentar a assiduidade dele enquanto exercia os cargos. No debate de do SBT, Aécio Neves citou que Igor teria sido contratado por Fernando Pimentel (PT) para trabalhar na prefeitura durante sua gestão, e teria recebido salário sem trabalhar.