Elba sobre o aborto: “ninguém pode falar em direito humano sem dar o direito de nascer”

Em primeiro lugar, é preciso deixar sempre claro que muitas vezes o debate sobre aborto é repleto de falácias e artimanhas retóricas. Um exemplo simples é dizer que se trata da disposição sobre o próprio corpo, como se o feto fosse um tufo de cabelo ou uma unha, e não ele próprio uma vida autônoma.

O debate, que já costuma ser distorcido em favor da corrente pró-aborto, é ainda mais enviesado no mundo artístico.

Mas eis que Elba Ramalho, corajosamente, enfrentou a questão de forma sóbria, durante entrevista a Marília Gabriela. Confiram o vídeo:

Precisa dizer mais alguma coisa?