Ronaldo Caiado desmente acusações falsas de que estaria nas listas da Lava Jato

São tempos difíceis e toda essa turbulência acaba dando margem para diversas modalidades de ataques sujos. Ronaldo Caiado, um dos principais nomes anti-PT e anti-esquerda, respondeu a ataques do tipo, segundo os quais ele estaria nas listas da Lava Jato.

Eis a resposta, publicada em seu perfil, com link para duas reportagens comprovando a farsa dos ataques:

Fica o registro.

Bolsonaro, Caiado ou Doria? 13.241 pessoas respondem ao Antagonista quem seria o Anti-Lula

O site O Antagonista realizou uma pesquisa com 13.241 pessoas, indagando: “QUEM É O VERDADEIRO ANTI-LULA?”

Confiram o resultado:

Pois é. De fato, João Doria vem se estabelecendo como o Anti-Lula. Isso talvez se explique pelo fato de que sempre se dirige diretamente ao petista e/ou a seu partido. Bolsonaro e Caiado, também críticos ferrenhos do petismo, tendem a ampliar a crítica, não “batendo” exclusivamente no líder máximo da legenda.

Como Lula será o provável candidato do PT em 2018, é natural que o eleitorado tenta a buscar um “antípoda”, alguém que represente o contrário, sobretudo considerando a rejeição de 60%.

Mas até lé, e por óbvio, há muito tempo. Além de que o próprio João Doria já reafirmou de maneira expressa que não será candidato à Presidência, declarando seu apoio a Geraldo Alckmin.

Ronaldo Caiado: “Muita gente tenta, mas, em denúncias do MP, só o Lula é penta!”

As manchetes sobre as denúncias aceitas contra Lula estão ficando enfadonhas. Na sexta-feira passada, ele havia se tornado réu pela quarta vez. Já nesta segunda, pela quinta. O senador Ronaldo Caiado, contudo, encontrou uma forma criativa. Para tanto, reprisou um bordão por muito tempo repetido pela torcida do Flamengo: “Muita gente tenta, mas, em denúncias do MP, só o Lula é penta!

Desta vez, Sérgio Moro aceitou a denúncia da Lava Jato que envolve a compra de um terreno para o Instituto Lula, além de um imóvel vizinho ao do ex-presidente. Os valores teriam saído da Odebrecht.

Também se tornaram réu: Antônio Palocci Filho, Branislav Kontic, Demerval de Souza Gusmão Filho, Glaucos da Costamarques, Marcelo Bahia Odebrecht, Marisa Letícia Lula da Silva e Roberto Teixeira.

Foi no quinto gol da Alemanha que Galvão Bueno gritou: “Virou passeio!”

É um pouco a sensação do momento. Mas o brasileiro está do lado do time vencedor.

O brasileiro derrubou Dilma sem uma única gota de sangue; a esquerda segue vandalizando tudo

A queda de Dilma Rousseff foi precedida de muitas manifestações. Em pelo menos quatro oportunidades, recordes históricos de participação popular foram quebrados, com milhões de brasileiros nas ruas pedindo o impeachment da presidente da República.

Ontem contra a PEC 55, a antiga PEC 241, a esquerda mais uma vez vandalizou as ruas do Brasil. E mais uma vez rendeu imagens como as da montagem mais acima. Nelas, sangue, fogo e destruição de patrimônio público e privado. Pior do que isso: esquerdistas frustrados já em idade para se sentir vergonha do que falam defendiam tais crimes com os argumentos mais toscos e batidos possíveis.

O Implicante: não é preciso causar terror, caos e destruição para mudar o Brasil. E não há exemplo melhor do que a saga que tirou o PT do poder após 13 anos.

Caiado vence ação judicial proposta por autora do blog “Socialista Morena”

O Senador Ronaldo Caiado (DEM/GO) divulgou uma série de posts nos quais narrou a vitória judicial obtida em face de Cynara Menezes, autora do blog “Socialista Morena”.

Confira:

O Senador também postou a íntegra da sentença:

A decisão foi proferida pela 16ª Vara Cível de Brasília/DF e cabe recurso.

No mais, quanto às pautas mais relevantes, o Senador Ronaldo Caiado se posicionou CONTRA o descumprimento da ordem judicial do STF para afastar Renan Calheiros da Presidência do Senado:

O Implicante concorda com essa posição.

Morte de Fidel comprova: ainda são poucos os políticos que entenderam os novos tempos

Durante muitos anos, os formadores de opinião da grande imprensa passaram a ideia de que os políticos deveriam ter sempre opiniões PONDERADAS e NADA CONTUNDENTES em alguns casos. Quais casos? Ora, vejam que coincidência: sempre contra a esquerda. Assim, aconselhavam as velhas raposas da política que o melhor seria ficar em cima do muro, nem lá ou cá, para evitar com isso perder os votos esquerdistas. Porém, e por óbvio, toda essa cautela deveria ser ignorada nas ocasiões em que alguém de direita merecesse reprimenda.

Era um conselho simples: ser de esquerda é “legal” e “pega bem”, atacar a esquerda vai “te queimar” nas rodas mais altas, os colunistas vão falar mal de você e assim por diante. Verdadeira EXTORSÃO IDEOLÓGICA travestida de “conselho”, mas que durante muito tempo foi seguida à risca, sobretudo por medo de acontecer mesmo algo assim.

Nos dias de hoje, porém, já ficou claro que esse tipo de aconselhamento é estapafúrdio, sobretudo porque tais ameaças não fazem mais efeito. O problema é que as “velhas raposas”, salvo exceções, ainda não entenderam que o mundo mudou. Ainda não perceberam que a influência eleitoral da grande mídia diminuiu de forma considerável e, mais ainda, não acordaram para o fato de que o povo não quer mais saber de discursos políticos falsamente conciliadores.

Vejam o caso de Jair Bolsonaro, que diante da morte do ditador Fidel Castro, e em meio a uma enxurrada de comentários “neutros”, relativizadores e até elogiosos, DESCEU A MARRETA. A imprensa esquerdista tentou atacar tal postura, ou mesmo ridicularizar, mas ele só ganhou mais e mais apoio. Vale conferir o vídeo:

Simples, direto, sincero e eficiente. Uma aula de marketing político nas redes. Fala direto ao povo, ao eleitor, e não a jornalistas ou cientistas políticos. Não busca agradar os “formadores de opinião” e vai direto às pessoas.

O exato oposto do que pregam os “especialistas”. Afinal, tais figuras não dão conselhos pensando no que seria melhor ao político, mas sim no que seria melhor para o esquerdismo. Eles são assim: primeiro a ideologia, depois qualquer coisa.

Bolsonaro, como Trump, não cai nessa esparrela e faz do seu jeito. Como é um dos poucos a agir assim, nada de braçadas num mar de hipocrisia, num universo em que as manifestações públicas são elaboradas para não magoar ninguém (especialmente a esquerda) e soam impessoais ao extremo.

É preciso deixar claro o seguinte: o povo não vota em bunda mole e odeia quem vive fazendo média.

Isso vai além da ideologia e dos partidos, é algo ainda mais arraigadamente cravado. Entre um político fazedor de média e outro com opinião, as pessoas SEMPRE vão preferir o que tem opinião. Sobretudo quando opina na mesma toada do pensamento dessas pessoas.

Convenhamos, não é preciso ser gênio para entender isso.

O inacreditável é que, mesmo no ano mais emblemático, naquele em que essa nova realidade se mostrou mais efetiva, ainda assim políticos experientes não tenham compreendido o novo contexto, o novo mundo. Depois, como já avisamos aqui, não venham falar que foram “surpreendidos” em 2018.

Em tempo, e por justiça, é preciso também mencionar alguns ótimos posts (impossível citar todos, mas ainda assim são bem minoritários perto da vasta quantidade de manifestações relativizadoras):

Ronaldo Caiado

Magno Malta

 

Paulo Eduardo Martins

Caiado dispara contra a incongruência do PT na educação e a internet vai ao delírio

Falamos muito por aqui sobre a Reforma do Ensino Médio, inclusive apontando-a também como fator importante na retomada do crescimento econômico. Afinal, o aumento nos cursos técnicos corresponderá no aumento do número de jovens qualificados para melhores vagas.

Mas o tema “Educação” é amplo e o PT, que se diz contra a mesma reforma apresentada no governo anterior, agora parece que se comporta de maneira errática também quanto ao FIES (Fundo de Financiamento Estudantil).

Ronaldo Caiado (DEM/GO), porém, disparou contra isso:

E o que se viu em seguida foi a verdadeira EBULIÇÃO da rapaziada. Confiram algumas reações:

Cabe ao PT, agora, explicar isso aí. Porque ficou feio.

No mais, acabou sendo inócuo, pois passou do mesmo jeito.

Caiado ganha no STJ indenização de R$ 1,5 milhão contra Fernando Morais e Editora Planeta

Em 2005, Fernando Morais publicou o livro “Na Toca dos Leões”, que trata da agência W/Brasil, de Washington Olivetto. Os “leões” do título, presumivelmente, é jogo de palavra com a premiação máxima da publicidade, o Leão de Cannes.

Pois bem. Na referida obra, o autor publicou alegações ofensivas ao senador do DEM, Ronaldo Caiado.

Na época, aliás, o parlamentar sofreu grande pressão e quase ele próprio respondeu processo, pois muitos reputavam como verdadeiros os fatos. Pois é, pois é… Agora, ele ganhou no Superior Tribunal de Justiça (STJ) uma indenização contra todos.

A Editora Planeta terá de pagar R$ 1 milhão, Fernando Morais e o publicitário Gabriel Zellmeister foram condeanados em R$ 250 mil cada um.

Ainda cabe recurso.

Vídeo: Ronaldo Caiado repudia o professor petista da UNB que pregou a “degola” de João Doria

Ronaldo Caiado

Na noite da confirmação da vitória de João Doria, e derrota de Fernando Haddad, um usuário com um avatar “Fora Temer” chamou a atenção das redes sociais. Com uma postagem no Facebook, Marcos Bagno defendeu a degola (ou decapitação) não só do tucano, mas de ACM Neto e outros políticos não alinhados politicamente com o PT. Nos seguintes termos:

“Depois, quando eu digo que o Brasil só vai se resolver no tiro e na ponta de faca, as pessoas ficam indignadas e o Facebook me bloqueia. Mas como salvar a gente de monstros como ACM Neto, Doria, et caterva? Só degolando, decapitando, defenestrando.

Ronaldo Caiado, do mesmo Democratas de ACM Neto, partido que também apoiou a eleição de João Doria, não gostou de saber que há gente defendendo a degola de políticos no Brasil. Ainda mais quando a defesa é feita por um professor universitário petista que trabalha na UNB. Em fala no Congresso, o senador não só repudiou as palavras de Bagno, como cobrou providências.

Quando um professor esquerdista da UNB é capaz de propor em suas redes sociais o assassinato de políticos que não comungam com seus ideais você vê a que ponto chegamos.

Manifestei meu repúdio em plenário a esse ato bárbaro que Marcos Bagno, professor da Universidade de Brasília ligado ao PT, protagonizou ao sair defendendo a degola e a decapitação de políticos como ACM Neto e João Dória.

Isso é um absurdo sem tamanho. É preciso tomar medidas sérias contra esse fanático que acha estar vivendo na Coreia do Norte de seus sonhos.

Publicado por Ronaldo Caiado em Terça, 4 de outubro de 2016

Que estas providências venham logo. E sejam implacáveis.

Caiado, sobre Lindbergh: “Não sei se recorro a Conselho de Ética ou o Combate ao Tráfico“

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Lindbergh Farias prometeu abrir uma representação contra o senador Ronaldo Caiado no Conselho de Ética por ter recomendado ao petista que fizesse exame “antidoping” e sentenciado: “fica aqui cheirando não”. O que fez o senador pelo democrata diante da ameaça? Reiterou as acusações, conforme relatos ao Estadão:

“Estou em dúvida. Não sei se vou recorrer ao Conselho de Ética ou ao Departamento Nacional de Combarte ao Tráfico.”

Caiado possivelmente esbraveja em decorrência do depoimento dado pelo próprio Lindberg na campanha de 2014, quando reconheceu ter problema com drogas, mas jurou ser algo de seu passado.

Ao que tudo indica, vai ter que jurar mais um pouco para Caiado acreditar.